Bitcoin Bitcoin Destaque Notícias

Agência de Espionagem Britânica GCHQ está a Observar o Bitcoin de Perto

Agência de Espionagem Britânica GCHQ está a Observar o Bitcoin de Perto

A GCHQ (Government Communications Headquarters), o equivalente Britânico da NSA, está a observar o Bitcoin em nome do seu governo. A agência, famosa por decifrar comunicações Alemãs com a sua máquina Enigma durante a segunda guerra mundial, tem agora uma nova “ameaça” para rastear. Como muitas agências em todo o mundo, a GCHQ está agora a demonstrar um grande interesse pela criptomoeda.

Fundada em 1919, a GCHQ tem como missão manter a segurança no país. Em 2015, o nome da agência apareceu nos documentos vazados por Edward Snowed. Estes revelaram que a GCHQ esteve envolvida na recolha de informação de “todos os usuários visíveis na internet”, hackeando smartphones com uma ferramenta chamada “Smurf suite”, e na espionagem de comunicações entre políticos do país.

O Bitcoin não é novo para a GCHQ. No entanto, a agência ganhou um novo interesse pelo Bitcoin nos últimos meses devido à sua incrível subida de preço. Chris Ensor, o vice-diretor do “GCHQ’s National Cyber Security Centre division” (Divisão Central de Segurança Cibernautica Nacional do GCHQ) disse numa entrevista que departamentos do governo Britânico ordenaram a investigação dos riscos criados pelo Bitcoin. Ele disse:

“Estamos interessados em tudo o que possa afetar o país, por isso o Bitcoin é algo importante”

A agência está a explorar o Bitcoin de vários ângulos, incluindo o seu funcionamento, os possíveis benefícios de utilizar a sua tecnologia blockchain, e a possível ameaça que este representa para o atual sistema monetário do país. Como toda a gente que descobre o Bitcoin, muitos políticos Britânicos estão intrigados na moeda, mas também cautelosos

Entre os departamentos que estão a colaborar com a GCHQ na investigação do Bitcoin, está a Tesouraria do país, que tem planos para regular as moedas virtuais, citando as razões habituais de fuga de capital, fuga ao fisco e branqueamento capital. Chris Ensor disse:

“Departamentos do governo estão nos a dizer ‘Nós queremos usar alguma desta tecnologia, ela é segura?’ ou simplesmente ‘como funciona?’”

A conversa em torno do Bitcoin tem, muitas vezes, gravado para discussões sobre agências de espionagem, com algumas pessoas afirmando até que a moeda é uma criação da NSA ou CIA. No entanto, existem poucas provas de que este é o caso, e outros membos da comunidade apontam também para o facto do Satoshi Nakamoto, criador anónimo do Bitcoin, ter desaparecido depois do Gavin Andresen, programador de Bitcoin, ter sido convidado para uma conversa sobre a moeda virtual pela CIA em 2011.

É difícil saber até que ponto estas agências estão envolvidas na monitorização do Bitcoin e de outras criptomoedas mas é de esperar que este interesse continue a aumentar à medida que as criptomoedas ganham terreno nos mercados e meios de comunicação mainstream.


Fonte: https://news.bitcoin.com/britains-gchq-spy-agency-closely-monitoring-bitcoin/

Escrito por: Kai Sedgwick

Traduzido por: António Madeira

Imagens cortesia de Open Society Foundations

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *